Hospedagens de sites mais baratas do Brasil – 5º Episódio – Hostinger (+Cupom de Desconto)

No quinto episódio da série Hospedagens de sites mais baratas do Brasil apresentamos as características e valores do plano Single da Hostinger. Aguardem novas dicas em nossos próximos vídeos!

Aproveite também o cupom de desconto exclusivo do Guia do Host. Você vai ter mais 7% de desconto utilizando o cupom GUIADOHOST no momento de contratar um plano na Hostinger.

Veja todos os cupons de desconto que nossos parceiros oferecem clicando aqui.

Como encontrar a melhor hospedagem para meu site?

Colocar um site na internet não é algo tão difícil quanto era no passado. Hoje, contamos com uma série de serviços de hospedagem que oferecem planos bastante atrativos. No entanto, como saber qual deles escolher?

O serviço de hospedagem é responsável por hospedar os arquivos que fazem o seu site funcionar. Uma escolha errada nesse momento pode fazer com que as suas páginas não carreguem corretamente, saiam do ar com frequência ou recursos importantes estejam faltando para você.

É por isso que você precisa pensar muito bem ao tomar essa decisão tão importante sobre a presença digital da sua empresa. E é nisso que este artigo irá ajudar.

Veja abaixo a lista de critérios que você deve levar em consideração ao escolher a melhor hospedagem para o seu site:

1. Tipo de hospedagem

Existem diferentes tipos de hospedagem, cuja escolha deve ter um impacto na sua decisão sobre qual serviço contratar.

É o caso de optar por uma hospedagem compartilhada (mais recomendada para empresas pequenas e sites pessoais), a hospedagem VPS e a hospedagem dedicada (ambas indicadas para quem espera receber mais tráfego).

2. Velocidade

Você precisa de um site veloz se deseja impactar positivamente o público que visita o seu site. Poucas pessoas têm paciência de esperar muito tempo para que as páginas carreguem, então certifique-se de escolher uma hospedagem para o seu site que traga velocidade.

Para isso, basta consultar o representante de vendas do provedor considerado e experimentar a performance dos principais sites que ele hospeda

3. Disponibilidade

Ficar de olho na disponibilidade prometida pelo serviço de hospedagem é outro critério importante para a hora de tomar a sua decisão. Também chamado de uptime, esse critério deve ficar em torno de 99,9%.

Caso essa informação não exista ou o número esteja abaixo do recomendado, talvez seja melhor considerar outra alternativa. Afinal, você não quer que o seu site viva fora do ar, certo?

4. Avaliações de clientes

Não há nada melhor do que depoimentos de quem realmente usa um serviço para atestar a qualidade dele. Procure saber da satisfação dos clientes atuais dos serviços de hospedagem que você está considerando contratar.

Aproveite e consulte o histórico das empresas em portais como o Reclame Aqui. Dessa forma, não só você poderá ver a percepção do público como também de quais formas a empresa responde a ela.

5. Facilidades extras

A maioria dos serviços de hospedagem da atualidade oferecem recursos extras para ganharem a preferência dos consumidores. Eles podem ser decisivos para o sucesso do seu site ou não fazer nenhuma diferença na sua escolha; tudo dependerá das suas necessidades.

Por exemplo, algumas empresas têm um serviço de instalação e manutenção de sistemas como o WordPress ou Joomla. Outra possibilidade é terem um bom número de contas de e-mail disponíveis, serviço de suporte 24 horas, entre outros.

Agora você já sabe como escolher o melhor serviço de hospedagem para o seu site. O próximo passo é avaliar as suas opções levando em conta os critérios deste artigo e, assim, contribuir para o sucesso da sua presença na internet.

Veja a lista de hospedagens de sites que o Guia do Host preparou para você comparar e escolher.

Fique por dentro de mais dicas como essas e saia na frente de seus concorrentes quando o assunto é tecnologia. Cadastre o seu e-mail no blog e receba as nossas novidades de forma instantânea!

Qual a diferença entre uma hospedagem Linux e Windows?

Atualmente as empresas de hospedagem oferecem planos em dois tipos de servidor, Linux ou Windows, sendo que algumas empresas oferecem apenas planos em servidor Linux.

O motivo das pessoas escolherem a hospedagem Linux é devido a maioria dos sistemas e sites serem desenvolvidos em linguagem PHP, que funciona muito bem em hospedagens Linux. Além disso este sistema operacional garante mais segurança e agilidade na abertura dos sites.

O servidor Windows também pode suportar o PHP, apesar de não rodar tão bem este tipo de arquivo, além disso é considerado mais complexo para trabalhar ou prestar suporte. A hospedagem em servidor Windows é extremamente recomendada para sites que utilizam a linguagem de programação ASP, além de outras linguagens que funcionam apenas em Windows.

Os planos em servidor Linux normalmente acompanham o painel de controle cPanel, DirectAdmin ou algum outro painel desenvolvido e oferecido pela própria empresa de hospedagem. O Banco de Dados MySQL é o mais comum de encontrar em uma hospedagem Linux, mas também podem ser disponibilizados outros tipos de Banco de Dados.

Nos planos Windows também é possível ter o MySQL. Outro Banco de Dados muito comum neste tipo de plano é o SQL Server. O painel que costuma acompanhar a hospedagem Windows é o Plesk.

Para os iniciantes em hospedagem de sites é bom ressaltar que não faz diferença o sistema operacional que utiliza em seu computador, se é Windows ou Linux, o que importa neste caso é a linguagem de programação que irá utilizar para criar o site, se for PHP dê preferência para o Linux e no caso de ASP dê preferência para o Windows.