5 motivos por que seu site está lento e como resolver

hospeda meu site hospedagem barata
problemas com site lento

Ninguém gosta de esperar. Quanto mais tempo uma página demora para carregar, parece que menos vontade temos de insistir nele, não é? Isso também vale para a maioria dos potenciais visitantes do seu site.

Um site lento tem mais dificuldades para gerar valor à sua empresa. Uma loja virtual, por exemplo, pode perder um grande volume de vendas se os clientes não tiverem paciência para esperar. Velocidade é essencial para atender o seu público, seja lá quem ele for.

Para começar, é sempre importante saber se o problema é com o seu site ou com a sua conexão. Uma forma rápida de fazer esse teste é usando a internet 4G ou 3G do seu celular para acessar o seu site. Se a lentidão persistir, então ele deve estar ocorrendo com todos os seus visitantes.

Quer saber como prosseguir? Então, conheça a seguir os 5 principais motivos por que o seu site está lento e como resolvê-los:

1. Hospedagem ruim

A qualidade do seu serviço de hospedagem tem um impacto direto na performance do seu site. Se ele está lento, o primeiro passo deve ser o de buscar a ajuda do suporte técnico para avaliar se é um problema pontual.

Ao escolher uma hospedagem para o seu site, avaliar a velocidade de carregamento é um dos passos fundamentais. Faça uma comparação com outros serviços e considere uma migração para melhorar a sua performance.

2. Código mal otimizado

Cada vez que um navegador de internet carrega o seu site, ele precisa ler todo o código-fonte das suas páginas. Se ele estiver mal otimizado, exigirá mais tempo para ser completamente carregado. 

Felizmente, existem várias formas de otimizar o seu código. Você pode procurar por funções que não são utilizadas ou scripts que deixam suas páginas mais pesadas. Consulte um desenvolvedor para fazer uma boa limpeza nesse sentido.

3. Imagens pesadas demais

Ter fotos bonitas e nítidas em seu site é uma ótima forma de conquistar seus visitantes. No entanto, tome cuidado para não exagerar. Afinal, imagens com tamanho muito grande tendem a fazer com que o seu site fique lento.

A solução para isso está no uso de compressão para diminuir o peso desses arquivos. Também é válido trabalhar com resoluções que não sejam maiores do que o necessário.

4. Falta de um bom cache

Sites da internet que não utilizam cache tendem a ser mais lentos. Com cache, acessos repetidos não exigem um carregamento completo de todos os seus recursos, como o código e as imagens.

Então, procure por um recurso de cache no seu painel administrativo. Ele armazenará os elementos do seu site para acesso rápido, proporcionando um carregamento mais veloz para seus visitantes.

5. Vírus ou malware

Por fim, outro possível motivo para o seu site estar lento é a presença de vírus e malware. Eles também podem infectar páginas da internet, então é fundamental que você tenha atenção para a proteção dos seus arquivos.

Assim como em um computador, a solução envolve o uso de antivírus. A diferença é que você precisa executá-lo a partir do seu servidor de hospedagem. Consulte o serviço de hospedagem que você utiliza ou um desenvolvedor para auxiliá-lo a resolver o problema, caso necessite.

Ao ficar de olho nesses possíveis motivos para ter um site lento, você poderá aprimorar a performance de carregamento das suas páginas. Isso será essencial para que os seus visitantes naveguem mais e, assim, prefiram fazer negócio com você.

O que é domínio? Entenda aqui!

hospedagem de sites homehost com domínios por R$ 1,99

Entenda o que é domínio e para que ele serve!

Para quem está criando seu primeiro site na internet alguns termos podem causar confusão. Domínio é um nome que serve para localizar e identificar você ou sua empresa na Internet. É aquilo que aparece após o www. em sites.

Fazendo um comparativo com o nosso mundo real, o domínio virtual equivale a um endereço onde se encontra determinado estabelecimento comercial ou residencial. Logo, cada domínio na internet também é único, portanto dois sites nunca possuirão o mesmo domínio/endereço.

O domínio foi criado para tornar o acesso aos sites na internet mais fáceis de lembrar, pois caso nos referíssemos ao sites pelo seus IPs, que é a forma pela qual os computadores os identificam, diríamos mais ou menos algo assim: Confira tal site o O endereço é 198.061.545.1!

Algo nada prático e muito menos amigável a nossa memória, não é mesmo? Mas vamos lá! Existem vários padrões de domínio além do “ponto com ponto código do país”. Mas se dividem em algumas categorias.

Quais são elas? Existem domínios Nacionais, Internacionais e Profissionais. E os nacionais são os mais utilizados no Brasil.

Mas quais são as vantagens de ter um domínio próprio? Você será melhor posicionado nas pesquisas orgânicas do Google (SEO), ou seja, vai aumentar sua visibilidade online. E ao tornar mais fácil a visualização do seu negócio você conseguirá atrair mais pessoas. Além disso é muito importante que esse domínio possa ser relacionado ao nome do seu site, associado à sua marca, projeto ou empresa.

Para poder obter um domínio é necessário registrá-lo. Os domínios de extensões pagas são os mais utilizados, pois possuem maior confiabilidade na internet, porém você também pode registrar seu domínio através de extensões gratuitas.

O que são Backlinks: Para que servem e por que são importantes?

hostmídia hospedagem ilimitada com domínio grátis
O que são backlinks

Você sabe o que são Backlinks? Nas estratégias de SEO eles são fundamentais para que um site consiga melhorar o seu posicionamento nos resultados de busca orgânica.

Nesse artigo, você vai entender o que são Backlinks e como eles são fatores importantes para um site.

O que são Backlinks?

Para que você entenda de uma forma mais simples os Backlinks são na verdade links que fazem o direcionamento dos usuários para outras páginas.  

Podendo ser links para dentro do mesmo site ou levando o usuário para um site de outra empresa ou de outra pessoa, dentro do mesmo nicho.

Com esses links internos você faz com que os usuários acessem páginas diferentes relacionadas ao mesmo assunto, assim promovendo uma boa experiência para os usuários que estão visitando o seu site.  

Por outro lado, os links que são indicados ou recebidos fazem com que o seu site tenha mais autoridade sobre um determinado assunto e consequentemente o Google entende que o seu conteúdo é de valor para o público-alvo e melhora o posicionamento no ranking de busca.

Na prática é como se os links que você aponta para outro ou site, ou os links que são apontados para o seu site fossem votos de confiança.

Qual a importância dos Backlinks?

Como explicado anteriormente, os links são utilizados para melhorar a experiência dos visitantes.  

Além disso, eles são fatores influentes na otimização do site para mecanismo de busca (SEO).

Nesse sentido, quando determinado site é indicado com frequência por outro site do mesmo nicho significa que ele é de confiança.  

O algoritmo do Google entende que se existem links de um site em outro é porque ele pode ser relevante para os usuários, com isso ele melhora o posicionamento da página nas buscas, possibilitando mais visitas.

Entretanto, para que se posicione melhor através dessa estratégia é necessário conquistar bons backlinks.

O que fazer para conseguir Backlinks para meu site?

Apesar da sua importância para posicionamento do site, não é todo mundo que sabe o que fazer para conquistar links para o seu site. 

Por este motivo, vamos mostrar o que você deve fazer para conquistar backlinks de qualidade.

1. Jamais compre links

Jamais compre links em sistemas que oferecem esse tipo de serviço. 

Ao fazer isso você está correndo o risco de prejudicar o posicionamento do seu site, caso algum dos links esteja punido pelo Google ou não seja adequado para o seu site.

2. Crie conteúdo de qualidade para os visitantes

Para que o seu site seja identificado como referência é fundamental produzir conteúdo de qualidade. Através dele os sites do mesmo nicho podem apontar um link para uma de suas publicações..

3. Conheça os sites concorrentes  

Para que você consiga encontrar os melhores links para o seu site é importante conhecer os concorrentes, ao fazer isso você saberá quais são os links que estão apontando para eles.

Para fazer isso, utilize algumas ferramentas de SEO como a SEMRush que analisa o site concorrente completamente.

4. Faça Guest Post

Para que você consiga conquistar mais links use a estratégia do Guest Post, ela na verdade é uma troca de conteúdo em troca de um link para o seu site.

Na prática você oferece um conteúdo para o site parceiro e pede para ele apontar um link para o seu site.

O que é Python?

hospedagem de site e revenda de hospedagem 30 dias grátis - Value Host
aprender e programar em python

Vamos falar de tecnologia? Você alguma vez já se interessou por programação, mas achou que era algo difícil de dominar e acabou por desistir? Precisamos então conversar sobre Python. É uma linguagem de programação que se tornou a queridinha de muitos programadores e um dos grandes atrativos é que com essa linguagem é possível fazer uma tonelada de ações com pouquíssimas linhas de código. E não pense que é um daqueles softwares de arrastar blocos prontos só tendo que clicar em executar. Muito pelo contrário! Python é uma linguagem de programação de verdade com um poderoso arsenal de bibliotecas e uma comunidade de amantes dessa tecnologia empenhados em torná-la muito mais atraente, conhecida e de quebra é muito usada por grandes empresas do Vale do Silício, e do mundo todo, como a Google, que dispensa apresentações, por exemplo.

logomarca python

O nome da linguagem vem de Monty Python que era um grupo de comédia famoso na Inglaterra e que até hoje tem seus fãs espalhados por aí. Portanto se prepare que certamente encontrará algumas referências quando começar a aprender esse dialeto digital tendo que certamente fazer alguns looping ou tomadas de decisões com variáveis nomeadas como “spam”, vocábulo conhecidíssimo de uma das mais clássicas esquetes da trupe inglesa. Guido Van Rossum pode ter concebido a linguagem, mas o sucesso em muito se deve à formação de um grupo de pessoas empenhadas em melhorar o software ajudando a trazer melhorias cada dia mais robustas e que encontrem a aprovação dos seus milhões de usuários pelo mundo afora. E olha que os devs são bem rigorosos a ponto até de criar um termo chamado “Pythonico” que é a maneira mais adequada, nos padrões dos programadores, de elaborar certo código obedecendo diretrizes bem sólidas. Basta digitar import this no ambiente escolhido e verás com seus próprios olhos um Eastern egg que demonstra o nível do que se espera dos programas feitos nele.

Para começar a programar em Python você pode escolher diversas formas. Pode instalar o ambiente em sua máquina local, pode instalar uma distribuição como a Anaconda que vem com diversos pacotes já inclusos ou pode usar a forma mais fácil que é acessar ambientes em nuvem como a do Google Colaboratory no qual você usa um notebook (aplicação web para códigos) e não precisa instalar nadinha e tem muitas bibliotecas já instaladas por padrão. Você só precisará importar bibliotecas realmente mais complexas, mas ainda assim será muito mais tranquilo, acredite. E bastará ter uma conta do Gmail para poder usar o Colab. Não tem custo nenhum. Há outros modelos que não exigem instalação também, pode pesquisar a que gostar mais.

Para quem vem de outra linguagem como PHP, Java ou C# verá que a lógica é a mesma, porém terá que observar que para se transformar em um projeto tão simples e poderoso o Python tem que usar alguns regramentos bem específicos, mas que não são difíceis de se assimilar. Por exemplo: Poucos parênteses são usados como nas mais tradicionais linguagens, ao invés disse se usa muito a indentação (tabulações que separam os trechos de iterações ou decisões). Para se acostumar é fácil, você pega logo o macete.

Por fim vale a pena demonstrar o quanto é fácil e agradável visualmente programar em Python. Se você quiser por exemplo fazer a tabuada do 5 e exibi-la na tela basta apenas esse mínimo esforço de dedos:

for i in range(1,11):
print(i,"X","5=",i*5)


Notou o espaço quase como uma margem ali em cima separando as duas linhas? Pois é, bem-vindo ao Python. Você irá gostar.

O que é Drupal?

atmun host teste grátis por 30 dias
o que é drupal

O Drupal é um sistema de gerenciamento de conteúdo desenvolvido para criar sites com uma alta performance. O CMS foi criado para quem está à procura de um sistema com bom desempenho criado em uma linguagem de fácil manipulação. Maravilha, não é? 

Muitas pessoas preferem um CMS (Content Management System) para colocar sua ideia no ar de maneira mais rápida. Sem contar com a autonomia que o sistema dá, não havendo necessidade de pedir para um programador desenvolver e atualizar o site.

O Drupal já está no mercado há mais de 15 anos e é a segunda plataforma mais usada do mundo para criação de sites e portais. Essa é uma opção para quem quer fugir dos hackers que visam CMS populares como WordPress. Sabia que ele já atendeu até a Casa Branca? Além disso, o Drupal também é grátis.

Quer saber um pouco mais dessa ferramenta? Continue lendo.

7 Vantagens de usar Drupal

Código livre

Atualmente o sistema está na versão 9. O Drupal é uma plataforma de código livre utilizada para desenvolvimento na web com uma vasta quantidade de recursos e possibilidades de personalização. 

Em outras palavras, há uma flexibilidade na hora de criar um projeto. Você pode optar por um site, blog, fórum, e-commerce, portais de notícias etc. De acordo com a necessidade do projeto.

Facilidade de Gerenciamento

O Drupal oferece mais controle do seu site. É possível ter informações tanto de quem colabora para o desenvolvimento do site quanto dos usuários que o acessam. Por isso, ele apresenta mais segurança contra mal uso.

Personalização de conteúdo

O núcleo do Drupal permite uma gama de recursos para que suas páginas fiquem personalizadas. É só usar a criatividade e abusar das ferramentas disponíveis.

Acessibilidade

O sistema foi desenvolvido pensando em pessoas com deficiência. Portanto, sua configuração permite administração e edição adaptadas.

Atende a grandes projetos

O Drupal é utilizado por grandes empresas como Claro, eBay, Twitter entre outras, porque foi desenvolvido para gerenciar altos volumes de dados.  

Multilíngue

Você vai encontrar a versão em português e, se quiser traduzir o seu projeto para outro idioma, também vai encontrar essa opção.

Responsivo

Independente do dispositivo, seja ele smartphone, tablet, notebook, o seu site vai funcionar com eficiência.

Para aproveitar esse sistema que oferece ótimos recursos e segurança, procure tirar um tempo para aprender as linguagens HTML e PHP. O Drupal é um CMS de alto nível e oferece uma ótima experiência ao usuário, além disso você vai encontrar muito material sobre ele na internet. Caso necessário, contrate um desenvolvedor para ajudar no seu projeto.

Gostou dessas dicas? Continue acompanhando nosso blog e veja mais conteúdos de tecnologia.

Como ganhar dinheiro com marketing de afiliados?

hostinger hospedagem barata
Como ganhar dinheiro com marketing de afiliados?

No marketing digital, o afiliado é a pessoa que intermedia a venda entre produtor e cliente final. O afiliado é a pessoa que indica produtos sejam eles físicos ou digitais para os possíveis compradores. Por meio de links específicos, que são disponibilizados em plataformas de marketing de afiliados, o afiliado receberá um percentual de cada venda que este realizar. Neste artigo, você vai conferir como ganhar dinheiro com o marketing digital. Confira!

PLATAFORMAS DE AFILIADOS

O marketing de afiliados acontece por meio da venda dos seus próprios produtos ou serviços digitais. Ela também pode ocorrer quando alguém compra produtos de determinada empresa, através do seu link de vendas. A maioria dos sistemas disponíveis no mercado de afiliados, são gratuitos, como por exemplo, a Hotmart, a Udemy, Eduzz, Amazon e a Monetizze.

Na Monetizze é possível vender e ganhar dinheiro como produtor de serviços e como afiliado de produtos. Como produtor, você cria os seus próprios produtos e os disponibiliza na plataforma. Além disso, você também pode faturar como coprodutor da plataforma, ou seja, vendendo um produto criado em parceria com outras pessoas.

MARKETING DIGITAL E FATURAMENTO

Para vender bem e faturar no mercado de afiliados, é necessário entender como o mercado de marketing digital funciona. Para tanto, é necessário definir um nicho de atuação, para garantir boas vendas e um faturamento rentável, é necessário definir o seu mercado, escolher os melhores produtos das plataformas e desenvolver uma estratégia de vendas que seja eficaz.

UM MERCADO EM CONSTANTE MUDANÇA

Uma excelente estratégia para vender como afiliado, é utilizar as suas redes sociais para promover os produtos que você é afiliado. Por fim, esteja disposto a aprender continuamente. O mercado de marketing digital está em constante mudança e desenvolvimento, por isso, se manter atualizado te colocará a frente dos demais!

Tipos de Hospedagem de Site: Escolha a melhor para você!

e-consulters servidor vps dedicado cloud

Você está buscando um serviço de hospedagem de sites e está em dúvida sobre qual tipo contratar?

Entenda todos os tipos de hospedagem de site e descubra qual seria a melhor opção para você!

Hospedagem Gratuita

A hospedagem gratuita geralmente é a forma pela qual muitos sites começam. O serviço se sustenta com propaganda inserida automaticamente nos sites, e os recursos para confecção das páginas são muito limitados, permitindo que os sites sejam confeccionados apenas através de ferramentas prontas, sem a opção de envio por FTP ou outros recursos.

Hospedagem Compartilhada

A hospedagem compartilhada é muito comum entre blogs e sites institucionais. A personalização e controle não são totais, mas a relação custo-benefício é muito atraente, já que o compartilhamento do servidor rateia os custos entre vários sites.

Hospedagem Cloud

Na hospedagem cloud não há um servidor central. A “nuvem” é composta de um cluster de máquinas descentralizadas que fazem o serviço de hospedagem com a vantagem de escalabilidade conforme a necessidade.

Servidor Dedicado

O servidor dedicado possui um serviço mais caro a ser oferecido devido a exclusiva dedicação. Isso significa que existe um servidor físico dedicado só à você! Além de contratar o servidor, é necessário saber gerenciá-lo por completo. Aqui você tem a máxima performance e controle: o que geralmente requer um profissional qualificado, por razões técnicas e de segurança!

Servidor VPS (Virtual Private Server ou Servidor Virtual Privado)

E se um servidor tivesse a potência de muitos ao mesmo tempo? Por meio da “virtualização”, uma máquina extremamente potente é dividida em servidores isolados virtualmente que trabalham como se fossem computadores isolados.

Revenda de Hospedagem

A revenda de hospedagem é basicamente a terceirização do processo. Uma empresa de hospedagem contrata outra para hospedar sites dos seus clientes. Apesar do custo ser maior do que a hospedagem compartilhada, os recursos cedidos são maiores e há mais possibilidades de customização, como painel de controle, logomarcas e imagens).

O que é MySQL?

bravulink hospedagem de site barata
o que é mysql

Se você estuda ou trabalha com tecnologia, já deve ter escutado falar de MySQL.

Mas afinal, o que é o MySQL?

De maneira resumida, MySQL é um gerenciador de banco de dados relacional. Ele é gratuito, de uso livre, permite múltiplos usuários e é um dos programas mais populares para gerenciamento de banco de dados no mundo.

Um banco de dados, ou base de dados, é o conjunto de arquivos e informações armazenados e organizados de maneira conjunta. 

o que é banco de dados mysql

Bancos de dados servem, basicamente, para organizar as informações de maneira eficiente, melhorando os processos, a comunicação e a experiência como um todo dos negócios que o utilizam.

Um banco de dados relacional é aquele em que as informações são divididas em blocos, chamados de tabelas. 

Ou seja, cada tipo de informação é organizado em uma tabela separada, e todas essas informações podem ser relacionadas e comparadas através de chaves únicas para cada informação em cada tabela.

MySQL é o programa que possibilita estruturar essa linguagem SQL (Structured Query Language) para relacionar as tabelas do banco de dados.

O MySQL é um programa de fácil utilização, para quem tem conhecimento da linguagem SQL, tem uma interface simples que proporciona uma boa experiência de usuário e é compatível com a maior parte dos sistemas operacionais.

Apesar de toda a sua acessibilidade, ele se mantém em constante desenvolvimento e atualização pelos desenvolvedores.

Principais vantagens e desvantagens do MySQL

Uma das principais características do MySQL, enquanto ferramenta, é a segurança. O MySQL, enquanto gerenciador de banco de dados, oferece diversos mecanismos de segurança em relação a usuários, permissões e acessos dos mesmos. 

É possível permitir que um usuário específico acesse apenas determinadas tabelas, por exemplo. Ou que eles possam apenas consultar informações, sem incluir ou excluir dados.

A flexibilidade das opções em relação aos dados é imensa, basta decidir quem você precisa que tenha acesso à quais informações.

A escalabilidade, enquanto característica, também é uma grande vantagem do MySQL.

Com o MySQL, é possível trabalhar bancos de dados imensos de maneira tão fácil quanto bancos menores.

hospedagem php com mysql hostoo

Existem registros de usuários, por exemplo, que trabalham 60000 tabelas com mais de 5000000 linhas cada uma, de maneira intuitiva. 

No quesito portabilidade, o MySQL passeia com extrema facilidade entre sistemas e plataformas. 

Por ser desenvolvido em C e C++, tem módulos aplicáveis a diversas linguagens e interfaces, como Java, Phyton, PHP, entre outros.

Sua velocidade no acesso aos dados também pode ser citado como forte característica. Quando usado de maneira profissional, é esperado que os clientes tenham rápido acesso às informações, e esse desempenho pode ser entregue pelo MySQL.

Sua capacidade de processamento e poder de execução dos dados em grandes volumes permite uma boa performance, otimizando consultas.

O armazenamento de dados em formatos de tabelas também facilita o processamento das informações, podendo colocar o MySQL como um dos mais velozes em execução no mundo, se não o mais veloz.

A própria linguagem SQL utilizada também pode ser considerada como uma vantagem, pois facilita a customização e otimização das funções de processamento de dados.

Como desvantagem do MySQL, é possível citar que, para sistemas mais complexos, é indicado utilizar programas mais robustos.

Funcionalidades do MySQL

O MySQL possui diversas funcionalidades extremamente úteis para quem trabalha com bancos de dados, não à toa é uma das ferramentas mais utilizadas do mundo.

Aqui, nós citamos algumas das principais: 

Arquitetura de cliente/servidor

Com o MySQL, é possível montar uma arquitetura de cliente/servidor, sendo o servidor onde está o banco de dados utilizado, e os clientes são os diversos aplicativos e locais de consultas que utilizam as informações desses bancos de dados.

A principal vantagem deste tipo de arquitetura de banco de dados é que as informações podem ser executadas em diversos lugares, sendo utilizado o mesmo computador ou não, através de redes locais e da internet.

Gatilhos

Mais conhecidos como triggers, esses gatilhos são ações ou funções programadas previamente para serem executadas depois de determinado evento.

Os gatilhos são ações que acontecem de maneira automática. Uma vez que programe determinada ação para acontecer sempre antes de uma consulta ou tabela específica, não importa quando essa consulta seja executada, o MySQL vai buscar pelo gatilho primeiro.

Por exemplo, se você deseja sempre salvar um dado quando realiza uma nova consulta ou atualização de tabela, basta criar um trigger e você não tem chance de perder a informação por acidente.

Stored Procedures

Uma funcionalidade utilizada por desenvolvedores para evitar tarefas e funções repetitivas.

Se você precisa realizar a mesma consulta várias vezes, pode criar um stored procedures para armazenar a consulta em questão e evitar que seja necessário digitar a mesma linha de código várias vezes. 

JSON

JavaScript Object Notation é um formato de troca de informações e dados universal.

Desde suas últimas versões, a notação e troca de dados através de JavaScript já está disponível no MySQL, criando um leque de possibilidades de armazenamento de informações dentro do banco de dados.

A facilidade de uso do javascript dentro do MySQL melhora principalmente a experiência do usuário final dessas informações, facilitando a visualização.

MySQL Connector

É uma ferramenta que permite conectar diversas linguagens diferentes como o Java, Python, PHP, entre outros a um banco de dados MySQL, melhorando as aplicações de gerenciamento de banco de dados.

Concluindo, podemos dizer que o MySQL é uma excelente ferramenta para trabalhar bancos de dados compostos por grandes volumes de dados, com eficiência, agilidade, segurança e compatibilidade com a maioria dos sistemas operacionais.

Se entre as vantagens e utilidades citadas está o que você procura, não pense duas vezes antes de escolher o MySQL para seu projeto.

Como descobrir seu público alvo?

hostmídia hospedagem e e-mail ilimitado
como descobrir público alvo

Quando estamos montando um negócio, seja na internet ou não, é preciso e importante descobrir seu público alvo, quem se interessa pelos seus produtos. Esse é um dos pontos chaves para saber como atraí-los da melhor maneira. 

Responder algumas questões é fundamental para conseguir definir o seu público, quais estratégias usar, e é nesse momento que alguns profissionais se perdem, e não criam soluções direcionadas, comprometendo suas vendas com isso. 

Para descobrir seu público alvo e aprender a segmentar esses clientes, continue lendo.

Aprendendo a definir um público

Quando temos um produto ou serviço para vender, criamos campanhas de marketing, divulgação, e tudo isso leva tempo e um certo investimento. Por esse motivo, é preciso que ele seja direcionado a quem tem interesse no que você oferece. 

O público alvo é esse cliente. Eles são os consumidores do seu produto, e são eles que estão interessados nas soluções que você apresenta. Portanto, para descobrir seu público alvo, é preciso entender quais são suas necessidades, e para isso:

  1. Faça uma pesquisa de mercado

Entender e conhecer o mercado é um diferencial para que você enxergue novas oportunidades de negócio, além de ter mais acesso ao público. Observe e pesquise sobre a sua concorrência e como ela atua, quais são os seus diferenciais, como eles atendem o público, quais soluções oferecem, etc. Analise tudo isso e reúna essas informações.

  1. Converse com quem tem interesse

Embora dentro do marketing digital ou para quem vende através da internet, essa seja uma etapa bem mais simples, já que você pode descobrir os interessados de forma remota, não há como descobrir seu público alvo, sem interagir com as pessoas. Encontrar suas dores, o que buscam em produtos e serviços, para saber a melhor forma de ajudar, é através de pesquisa, de conversa.

O primeiro ponto que precisa ser levado em consideração são os beneficiados com o seu produto. Use as redes sociais, monte uma landing page para captar e-mails, contatos, e assim você pode começar a enviar conteúdos e perguntas para abordar os primeiros possíveis clientes, e descobrir o que eles procuram.

  1. Crie grupos

Quando você cria um produto e quer mostrá-lo para o mundo, a primeira coisa que se pensa, é na divulgação. Em alguns casos é preciso educar o mercado, mostrar as pessoas que elas precisam daquilo, ou mostrar quais as aplicações e como aquilo pode ser usado. Às vezes é preciso mostrar os benefícios do produto para o seu público.

Com isso, descobrir seu público alvo pode ser feito dentro de um grupo de segmentação. É possível que ali existam pessoas que conheçam e saibam usar o seu produto, mas também haverá aqueles que não conhecem. A proposta aqui, é começar a separar essas pessoas de alguma maneira, seja através da produção de conteúdo, por necessidade que eles tenham, e assim você consegue aprofundar assuntos de acordo com o que cada grupo precisa.

  1. Definindo a persona

Para definir a persona, inicialmente é preciso descobrir seu público alvo, e basicamente passar por todas essas etapas que foram ditas acima. A persona, é um personagem fictício, construído com muitos detalhes, como se fosse uma pessoa de verdade, que é um norte para te ajudar, te direcionar a criar campanhas mais eficientes, usando os hábitos de consumo que esses possíveis clientes podem ter.

Ao ter esses dados, mesmo que fictícios, mas que precisam ter uma base de pesquisas por trás, é possível montar as estratégias para divulgação de produtos, campanhas promocionais e assim conseguir vender mais, ou até mesmo atrair mais público. 

Tudo começa ao descobrir seu público alvo. É assim que as campanhas são criadas, que a divulgação se torna mais eficiente, já que tudo é feito para atrair um público específico e com isso, os resultados são melhores.